casa dos três

Com o dever de criar uma casa para três pessoas nas suas respectivas maturidades de vida, com rotinas e gostos diferentes começa a jornada para o desenvolvimento desse projeto residencial.

Pelas demandas e característica dos futuros moradores foi pensado em uma casa onde os ambientes estejam integrados porém que ao mesmo tempo possam ser utilizados de forma individual. Foram então criados diversos eixos transversais seccionados por áreas verdes.

 

Primeiro eixo.

 

O acesso a casa é marcado por um grande vão horizontal (volume dos quartos) que cria a cobertura necessária para a garagem e uma grande parede vazada. O volume marca a transição da rua para a casa de forma imponente, já o cobogó cria uma barreira visual da parte externa para o interior da casa, permitindo mesmo assim a ventilação e a iluminação desses ambientes. A vegetação cerca esse eixo e complementa o objeto arquitetônico.

 

Segundo eixo.

 

O próximo espaço concentra em seu cerne duas salas, estar e TV (separadas entre si por um plano de correr que possibilitam a união dos espaços quando necessário), recinto que é definido por dois volumes que servem e dois “pátios” verdes. Esses volumes atravessam o segundo e o terceiro eixo reunindo serviços mais privados. No eixo das salas esses espaços concentram a circulação vertical e escritório.

 

Entre eixos.

 

Para dividir os três primeiros eixos e criar ambientes mais “privados” foram pensados em pequenos pátios vegetados que estabelecem uma separação, mesmo com a integração visual gerada pelo vidro, desses locais, além de melhorar o conforto térmico e acústico dos mesmos. Neles foram dispostos mobiliários de permanência, com cadeiras e redes, os transformando em áreas de relaxamento.

 

Terceiro eixo.

 

No terceiro segmento foram inseridos os espaços da cozinha e sala de jantar. Os panos de vidro possibilitam tanto o contato com as salas quanto com a parte de lazer ao fundo do terreno; além disso nos volumes que servem encontramos um lavabo/banheiro, área de serviço e despensa.

 

Lazer.

 

Após o terceiro eixo encontramos a área de lazer da casa, fazem parte dela o gourmet, um pequeno ateliê, piscina, deck e horta. Esses espaços foram pensados para que a piscina captasse o máximo de sol possível.

 

Eixo perpendicular.

 

Definidos os eixos transversais da casa foi então definido um eixo longitudinal que cortasse os ambientes e possibilitasse a ligação física dos mesmos. Quem entra na casa portanto tem uma ampla visão do todo e mira o final do terreno e a vegetação que se encontra lá.

 

Segundo Pavimento.

 

Sobre os dois primeiros eixos (garagem e salas) se desenvolve o segundo pavimento e as áreas privadas da casa. As duas suítes tem vista para o fim do lote e para a represa, e os outros dois quartos para a frente do terreno, neles, uma pequena varanda fechada em chapa metálica micro perfurada permite a ventilação do ambiente e da privacidade aos quartos.

Local:

Juiz de Fora - MG

Ano:

2019

Rua Dr. Romualdo, 342 - São Mateus | Juiz de Fora, MG

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Pinterest
  • Preto Ícone Spotify