top of page

casa ramo

local

Juiz de Fora

ano (projeto/conclusão)

2022/em fase de projeto.

fotos

colaboradores

André Coronha; Naiara Valéria; Lucca Brigatto

Projetada para um terreno de 6 metros de aclive em um condomínio residencial na cidade de Juiz de Fora, a Casa Ramo se organiza de tal modo que os ambientes principais de vivência se encontram em um único pavimento.

No térreo, levemente acima do nível da rua, um volume em concreto armado fica em balanço sobre o jardim, onde se encontra a garagem, sem que esta seja prioridade. Da rua, é possível ver a circulação vertical da casa, uma escada rampa suspensa sobre o jardim que invade o interior e divide o programa do segundo pavimento em duas partes. Neste, o volume branco se propaga na fachada frontal em um balanço de 1,5 metros, com aberturas em rítmo de 1,5 metros de modulação, com esquadrias de madeira e brise em chapa perfurada na cor verde.

Sem corredor, o segundo pavimento ocupa a parte frontal do terreno, respeitando os afastamentos fontral e laterais da legislação, e aproveitando a área de servidão ao fundo do lote, para extender a área de vegetação, onde se encontra o lazer. A porção posterior da casa, a área social, se encontra no meio do terreno, e é vislumbrada pelos jardins posterior, laterais e central, onde se encontra a escada rampa, que permite um vivo paisagismo interno. A cozinha é integrada ao gourmet com a simples abertura das portas de correr, que dinamiza o programa e espaço, e ladeada por salas de leitura, lareita, estar e tv. Nesse ambiente, entre interior e exterior, um volume descolado do teto em concreto abriga espaços que servem e dilui a transição entre os espaços.

Aos fundos, a piscina levemente elevada fica em meio a vegetação e uma escada caracol leva ao terraço, ampliando o lazer e vistas para as montadas de minas.

publicações

bottom of page